11/04/2008

Relacionamento Virtual

A revolução informática é um fato indiscutível. Como indiscutível é também a série de enormes vantagens e benefícios que tem trazido para o quotidiano do homem. Tudo ficou bem mais fácil.
Mas, por outro lado, é indiscutível também que a nova tecnologia está afetando toda uma geração - a geração virtual - criando novos hábitos, novas tendências, novas formas de relacionamentos.
O temor das pessoas em se envolver emocionalmente com outra influi na vida solitária. O contato físico pode ser o início de um laço e a opção pelo ´gozo´ virtual, qualificada como a maneira mais satisfatória da elevação do ego e dos instintos. A tela do computador assume o papel de proteção contra os perigos imbuídos no mundo virtual. A satisfação proporcionada resolve naquele momento, mas se pensarmos que quem não se envolve não se desenvolve, aí não resolve nada. Apenas é uma realização momentânea.
É um fato que todo relacionamento pessoal, afetivo, humano, dói. Assim como também nos faz amadurecer, aperfeiçoar-nos; ensina-nos a amar os outros, a tornar-nos mais compreensivos, mais solidários... ou seja, mais humanos.
Será que o relacionamento humano no nosso século será cada vez mais mediado pela Internet? Será que os seres humanos isolados, e com dificuldades cada vez maiores de um relacionamento "ao vivo" vão apostar suas fichas na virtualidade dos chats?
Termino respondendo uma pergunta que me fizeram e que me levou a escrever este texto.
- Relacionamento virtual é Traição???
Acredito que a situação pode figurar traição dependo daquilo que as pessoas entendem como ato traidor. Se o parceiro tem alguém no pensamento ou na fantasia e o torna objeto de desejo superior ao da pessoa que tem ao lado, se pode considerar traição, tanto quanto o contato físico imediato.

3 comentários:

Dama de Cinzas disse...

Eu já tive a minha época de relacionamento virtual! Acho que agora não tenho mais paciência para isso, apesar de ter sido conhecido meu atual namorado através da net, não em sites que buscam relacionamentos, mas bem por acaso mesmo!

Respondendo sua pergunta, creio que dependendo da intensidade do relacionamento virtual, pode-se considerar uma traição!

Beijos

coordenado disse...

Assunto curioso!!
Nunca me imaginei em uma situação assim, mais eis q sempre tem uma primeira vez... hj me encontro bastante confuso, ñ sei se devo levar a diante essa ilusão(ou ñ) de me envolver por alguém q nem ao menos conheço pessoalmente :P

coordenado disse...
Este comentário foi removido pelo autor.